Skip to content

Mudanças na Gestão das Farmácias Independentes Brasileiras

by em 27/12/2016

canstockphoto7604140Iniciamos o ano de 2017 diante de um grande desafio provocado pela concorrência das megas  redes de farmácias que estão ameaçando a sobrevivência das farmácias independentes, mesmo estas empresas estando agrupadas. A cada dia essas megas empresas se aproximam mais de nossos PDV´s e já tem instituto de pesquisas (IMS, MDTR, etc,) divulgando que muito em breve estas empresas estarão com 61% do mercado varejista com participação somente de 16% do número de lojas existente no Brasil.

Vejo como preponderante essa perca de mercado dos varejistas independentes pelos seguintes motivos:

  1. Deficiência na gestão – Falta de comprometimento para formatar volume de compra junto a indústria farmacêutica e HPC e consequentemente não conseguimos mostrar a organização e força do grupo;
  2. A não adequação a Lei 13.021/2014 – que foi aprovada por unanimidade no congresso nacional, sancionada e regulamentada pela presidência da república em 2014/2015, que transformou as farmácias em ambiente de saúde, reiterando a exigência da presença física do farmacêutico nos PDV´s durante todo o funcionamento da farmácia.

Entretanto, diferentemente dos grandes grupos boa parte dos dirigentes das farmácias independentes, não querem ou não podem se adequar a lei. Enquanto isso os grandes grupos tiram proveito dessa situação aventada, priorizando a contratação de farmacêutico, capacitando-os para oferecerem uma assistência farmacêutica com boa qualidade conforme a Lei 13.021 “contribuindo como verdadeiro protagonista no combate a precariedade do serviço publico do brasileiro”, esclarece o presidente da Abrafarma, entidade que representa as grandes redes.

Por tanto, afirmo aos senhores que a Augefarma dispõe de uma equipe capacitada e dedicada para fazer essa revolução na gestão no varejo independente. São 20 colaboradores, estrutura física e tecnológica (portal online – central de negócios atuando em 12 UF´s) à disposição dos farmacistas que queiram fazer essa adequação (priorizar a compra na fonte produtora, através de nosso portal, PBM, REDECARD, Farmácia Popular, Etc), para minimizar os efeitos dessa concorrência.

  Unir para competir!!! Unir para crescer!!! A hora é agora!!! Unir para sobreviver!!!         

Mauricio Possidônio – CEO

Anúncios

From → Notícias

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: